Todos os posts de ninja

Biólogo, bobo e estressado...

World Bike Tour – São Paulo 2011

Hoje participei do evento World Bike Tour em São Paulo. Gostei da organização do evento no local. No site oficial é muito difícil encontrar as informações, mas nada muito grave. Apesar do problema nas inscrições, senti que a organização, durante a realização do evento, foi boa. Um dos pontos que eu não gostei foi o fato de terem dado uma mochila camelbak (genérico) e 2 copinhos de água… eu fiz como a maioria e coloquei a água no camelbak. A água, que já era pouca, ficou intragável, com gosto nojento. Não vi mais ninguém distribuindo água durante o percurso, mas também não procurei. Além disso, não vi nenhuma lixeira no local de concentração. As pessoas jogavam os copos no chão mesmo…. Eu guardei os copos na mochila… por sinal, ganhamos 2 bolsas no kit… Outra reclamação que eu tenho é que faltaram organizadores pra orientar as pessoas de algumas regrinhas básicas pra pedalar sem causar acidente, como procurar pedalar em linha reta, por exemplo. Ainda faltou gente com uma bomba pra encher os pneus antes de começar a pedalada…. Eu preferia ter ganhado uma bomba no lugar da mochila “camelbak”, mas isso acho que é de gosto pessoal.

Enfim, pedalada tranquila pela marginal. Chegada na USP e daí o povo dispersou cada um pro seu canto. Dentro da USP tinha um grupo de pessoas (que não faziam parte do evento) orientando a galera que queria voltar pra casa pedalando. Gostei da atitude do pessoal, que por conta própria se organizou pra fazer isso.
Como eu esqueci a câmera em casa, não tirei fotos decentes do evento. Só tenho umas horríveis tiradas com o celular… Mas seguem fotos melhores da bike e do kit!

 

 

Posted via email from andrekanamura

 

Enchentes, caciques e o governo

Entre as conversas no trabalho, me foi apresentado hoje a Fundação Cacique Cobra Coral (FCCC). Não vou nem dar o prazer de linkar para o site deles… De acordo com sua descrição:
A Fundação Cacique Cobra Coral foi criada para intervir nos desequilíbrios provocados pelo homem na natureza. Fundada por Ângelo Scritori e tendo a frente sua filha Adelaide Scritori também médium que incorpora o espírito e mentor Cacique Cobra Coral que também já teria sido de Galileu Galilei e Abraham Lincoln. Ângelo Scritori, morreu aos 104 anos, no ano de 2002.
E a história de Adelaide tem ate profecia, mas isso vocês podem ler no site deles. Qualquer um de nós que lê essa descrição dá risada. E se vocês chegarem a visitar a página da fundação vão rir ainda mais! É ridículo! Não dá pra levar a sério… E eu não ainda estou tendo dificuldades pra acreditar que é sério, mesmo depois de ler notícias como estas:
Como assim? PeraíPeraláMuitacalma…. Isso é sério?
Então eu fui procurar fontes mais confiáveis: ScienceBlogs!
Mais hein? Estou chocado e ainda espero que seja piada…. (leiam os comentários nestes posts pois tem coisas interessantes).
Se vamos deixar para um cacique “do além” resolver nossos problemas, pra que precisamos de governo? Já são centenas de mortos em apenas alguns dias de enchentes no Rio de Janeiro. Enquanto isso, lá na Austrália, onde as enchentes estão afetando o país desde dezembro, a contagem parece ser de algumas dezenas de mortos. Aposto que lá não estão deixando o serviço para o Homem-Aranha ou para o Batman.
Para não ser completamente injusto, parece que a fundação “exige” do governo medidas, como obras de infra-estrutura, para evitar os efeitos dos fenômenos naturais. Ponto pra eles, se isso for verdade. Mas se eles tivessem realmente o poder de evitar tais fenômenos, não vejo razão de pedir obras de infra-estrutura e fazer contratos com as prefeituras. Enfim… essas notícias me impressionaram. Prefiro ser o tonto e ter caído feito patinho numa piada elaborada, do que saber que isso ser verdade…
Se alguém tiver alguma informação relevante, manda aí!

Teatro: Música para cortar os pulsos

Vi, gostei e recomendo a peça Música para cortar os pulsos

"Em dez cenas curtas, as histórias amorosas de três jovens se desenrolam com a intensidade (e ao som) das músicas para cortar os pulsos. Isabela sofre porque foi abandonada, Felipe quer se apaixonar e Ricardo, seu amigo, está apaixonado por ele."

É uma peça pequena e eficiente. O texto é muito bonito e, apesar de ser um drama, não é pesado. A performance dos atores é ótima e convincente. Destaque para Mayara Constantino, que, além de linda, faz uma cena divertidíssima sozinha como duas personagens.  
O texto e a direção são de Rafael Gomes, estrelando Kauê Telloli (Felipe), Mayara Constantino (Isabela) e Victor Mendes (Ricardo).
A peça ficará em cartaz até dia 19 de dezembro no Teatro da Memória em São Paulo. O ingresso custa apenas R$ 20,00.

Um ótimo programa para o fim de semana!

Posted via email from andrekanamura